Diálogo Brasil/Estados Unidos em História Ambiental

Prezados colegas,

O Programa de Pós-graduação em História Social do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro – em parceria com o Programa de Pós-graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/FIOCRUZ e com o Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro – está organizando um “Simpósio Brasil/Estados Unidos em História Ambiental: definindo Agendas e Estratégias de Pesquisa em Comum”.

O encontro vai acontecer no Rio de Janeiro, entre os dias 12 e 15 de março de 2013, com apoio da CAPES e do Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro. O local do evento será o Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A programação atualizada segue em anexo.

A idéia desse simpósio já existia desde 2010, mas houve todo um esforço no sentido de combinar a agenda de sete dos melhores historiadores ambientais norte-americanos, que já confirmaram sua participação: Donald Worster, John McNeill, Martin Melosi, Linda Nash, Louis Warren, Nancy Langston, e Thomas Dunlap. Optamos por convidar pesquisadores que não sejam brasilianistas ou latino-americanistas, mas sim especialistas em diferentes aspectos da história ambiental norte-americana e global. A idéia, portanto, é fomentar o diálogo aberto e comparativo entre pesquisadores dos dois maiores territórios nacionais das Américas, espaços históricos dotados de algumas semelhanças e notáveis diferenças em seus processos de formação.

Para participar das mesas de debate, convidamos 15 pesquisadores brasileiros, com base no critério de maior antiguidade de atuação na área específica da História Ambiental. A seleção adotada pelos organizadores não pretende de forma alguma ter sido exaustiva. Mas algum tipo de recorte, mesmo que bastante imperfeito, precisava ser adotado no sentido de tornar o simpósio factível.

As escolhas temáticas tiveram por critério alguns assuntos que fossem suficientemente amplos e possuíssem relevância para um potencial diálogo comparativo entre os dois países.

O encontro será organizado em duas partes.

Nas noites dos dias 12, 13 e 14 de Março teremos palestras e mesas com nossos convidados norte-americanos. Essas atividades serão largamente divulgadas para o público interessado e terão uma temática muito ampla. Elas servirão como uma espécie de introdução geral ao leque temático da História Ambiental.

Nas manhãs e tardes dos dias 13, 14 e 15, teremos painéis centrados em temas específicos. A assistência a essas sessões está direcionada para pesquisadores que já estejam trabalhando com história ambiental em sentido amplo, incluindo campos afins. Ou seja, 1) os participantes das mesas, 2) outros pesquisadores e professores que queiram participar do evento e 3) alunos de pós-graduação (dentro e fora do Rio de Janeiro).

A idéia é termos nessas sessões uma discussão mais profunda, inclusive contribuindo para formular uma agenda de pesquisas e intercâmbios acadêmicos para o diálogo Brasil/EUA.

IMPORTANTE: para esses painéis, diante da limitação do espaço, haverá a necessidade de inscrição prévia. Os colegas inscritos receberão um certificado de que assistiram ao simpósio e poderão participar dos espaços de debate contidos nos painéis.

Nossa expectativa é de que o simpósio seja muito fecundo. Um evento realmente memorável na história da história ambiental no Brasil e uma excelente oportunidade para fazer contatos e estabelecer diálogos diretos com pesquisadores, professores e estudantes brasileiros e norte-americanos.

Será uma grande satisfação, portanto, contar com a presença dos que estiverem interessados em participar. Mas lembramos novamente que, para estar na lista dos assistentes, será necessário inscrever-se através do e-mail tayla.ga@gmail.com (Tayla Antunes), com copia para Jpadua@terra.com.br e lise@sedrez.com

Teremos algo próximo de 50 vagas disponíveis para os inscritos nessa lista. Por isso é recomendável inscrever-se o quanto antes.

Cordialmente,

José Augusto Pádua

Lise Sedrez

PPGHIS/UFRJ

 

**********************************************

AGENDA

Diálogo Brasil/Estados Unidos em História Ambiental

definindo agendas e estratégias de pesquisa em comum.

12 de Março

19:00 – Palestra de aberturaDonald Worster – “Facing Limits:  From an Age of Abundance to an Age of Vulnerability.”

Debatedor: José Augusto Drummond  (Universidade de Brasília)

13 de março

8:30 – 10:30  – Painel sobre  Ambientes Urbanos

Martin Melosi (Universidade de Houston)

Lise Sedrez  (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Regina Duarte  (Universidade Federal de Minas Gerais)

11:00 – 13:00 – Painel  sobre Florestas, Biodiversidade e Unidades de Conservação

Nancy Langston (Universidade de Wisconsin)

José Luiz Franco  (Universidade de Brasília)

Rogério Oliveira (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro)

15:00 – 17:00 –Painel sobre Fronteiras e Padrões de Ocupação Regional

Donald Worster (Universidade do Kansas)

José Augusto Drummond  (Universidade de Brasília)

Susana Cesco (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro)

18:00 – Mesa redonda para o grande público: Ecologias, Populações e Saberes Científicos: Perspectivas da História Ambiental

John McNeill (Universidade de Georgetown)

Louis Warren (Universidade da Califórnia, Davis)

Linda Nash (Universidade de Washington)

Debatedor: José Augusto Pádua  (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

14 de Março

8:30-10:30 – Painel sobre Políticas Públicas e Construção Territorial

John McNeill (Universidade de Georgetown)

José Augusto Pádua  (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Haruf Spindola (Universidade Vale do Rio Doce)

11:00 – 13:00 – Painel sobre  Populações Tradicionais, Migrações e Sociedades Multiculturais

Louis Warren (Universidade da Califórnia, Davis)

Eunice Nodari  (Universidade Federal de Santa Catarina)

Leila Mourão  (Universidade Federal do Pará)

15:00-17:00 – Painel sobre  Doenças, Saberes Científicos e Representações da Natureza

Linda Nash (Universidade de Washington)

Lorelai Kury  (Casa de Oswaldo Cruz)

Dora Shellard Corrêa  (Centro Universitário FIEO)

18:00 – Mesa redonda para o grande público: Cidades, Corpos e Culturas: Perspectivas da História Ambiental

Martin Melosi (Universidade de Houston)

Nancy Langston (Universidade de Wisconsin)

Thomas Dunlap (Univeridade de Texas A&M)

 Debatedora: Lise Sedrez  (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

15 de Março

8:30-10:30 – Painel sobre Movimentos, Idéias e Legislações Ambientais

Thomas Dunlap (Univeridade de Texas A&M)

Paulo Martinez  (Universidade Estadual Paulista – Assis)

Ely Bergo de Carvalho  (Universidade Federal de Minas Gerais)

11:00 – 13:00 – Discussão sobre uma agenda de pesquisas comparadas Brasil-EUA

Mediadora: Lise Sedrez  (Universidade Federal do Rio de Janeiro)